Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mundo da TV

Sobre Televisão

Mundo da TV

Sobre Televisão

Zon lança canais em Moçambique

Abril 06, 2010

antenatv

A Zon já garantiu o lançamento de vários canais portugueses em Moçambique. O CM apurou que a empresa liderada por Rodrigo Costa, que no início da semana passada lançou a Zap em Angola, assinou acordos com produtores de canais nacionais que prevêem a emissão nos dois países africanos.

A informação foi confirmada ao CM por fonte da Zap: "Colocar Moçambique no contrato é uma garantia para o futuro. Não existe ainda um timing para o avanço dessa operação."

O lançamento de uma operação de televisão paga em Moçambique está em cima da mesa de Rodrigo Costa, que irá aproveitar todo o trabalho feito com a Zap. Esta empresa foi criada em parceria com Isabel dos Santos, que ficou com 70% do capital, para o lançamento da TV paga no mercado angolano.

A operação é tanto mais viável que o satélite através do qual a Zap emite em Angola, o W7, garante também a cobertura de Moçambique. Além disso, a operação pode ser replicada quase na íntegra, já que a língua oficial é a mesma, o que permitirá a emissão de conteúdos semelhantes.

O Correio da Manhã sabe também que para formalizar a entrada em Moçambique falta ainda contactar entidades locais e avaliar do interesse de uma operação comercial.

Entretanto, o arranque da operação em Angola, um mercado que, segundo Rodrigo Costa, tem um potencial de nove milhões de clientes, teve início na semana passada.

A oferta actual inclui dez canais portugueses: RTP África, RTP Internacional e RTPN, SIC Notícias, SIC Mulher e SIC Kids, TVI 24, Panda, Mov e Panda Biggs.



Hugo Real

in Correio da Manha  2010-04-06




Zon e Isabel dos Santos lançam serviço Zap

Fevereiro 17, 2010

antenatv

Um novo serviço de televisão por satélite, designado como Zap, foi hoje apresentado em Luanda pela operadora portuguesa Zon Multimédia e o grupo angolano de Isabel dos Santos com a promessa de cobrir todo o território do país "em breve".

Com um investimento inicial de 4,5 milhões de dólares (3,3 milhões de euros), a ZAP vai iniciar o serviço "em breve", segundo o seu director executivo, Nuno Aguiar, que não quis, no entanto, comprometer-se com uma data.

A nova televisão surge com a intenção de chegar a todo o país e, no futuro, aos mercados vizinhos da África Austral, já que o satélite escolhido para as emissões tem cobertura abrangente, apontou Nuno Aguiar.

Com dois pacotes iniciais de 50 e 80 canais (premium) em Alta Definição (HD), a Zap aposta principalmente nos conteúdos em português .

 

 

in Diario de Noticias 2010-02-17

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D