Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mundo da TV

Sobre Televisão



Domingo, 31.01.10

Jogo de futebol inaugura transmissão pública em 3D

 

Arsenal/Manchesteré hoje emitido a três dimensões para nove "pubs" através da Sky Sports.

A Alta Definição (HD) é o presente. O futuro da televisão passa pelas imagens a três dimensões (3D), tal qual as que se podem ver no filme "Avatar". Hoje dá-se um passo vital nesse sentido. A Sky Sports exibe em 3D o clássico Arsenal/Manchester para nove cafés.

Os adeptos das equipas que queiram participar na experiência não terão, no entanto, a vida facilitada. Para evitar a forte afluência aos "pubs" eleitos, a Sky optou por não revelar o nome dos estabelecimentos. Apenas se sabe que se localizam em Londres, Manchester, Cardiff, Edimburgo e Dublin. Na altura, serão entregues os óculos apropriados ao visionamento em três dimensões, à semelhança do que tem acontecido com o filme de James Cameron, "Avatar", o grande vencedor dos últimos Globos de Ouro.

Esta aposta da Sky Sports - um marco na história da televisão - é ambiciosa. A meta é o lançamento, em Abril, de um canal integralmente formatado com esta tecnologia, no início, com uma disponibilização focalizada em centenas de cafés, devidamente equipados para o efeito. E assim vencer a corrida 3D, disputada com outras grandes cadeias norte-americanas, como é o caso da Disney (ver caixa).

As principais vantagens para o telespectador, e no caso os amantes de provas desportivas, prendem-se com a profundidade e o ínfimo pormenor da imagem. Não há expressão facial ou distância entre atletas que escape às novas câmaras.

O director executivo da Sky Sports, Darren Long, explica a diferença recorrendo ao exemplo do golfe. Diz ele que quando se vê uma tacada a duas dimensões, a tarefa do golfista parece fácil. Com a imagem a 3 D, acompanha-se melhor o percurso da bola, os tufos de relva impõem-se à atenção do espectador, os contornos do buraco são precisos. Conclusão: pode apreciar-se verdadeiramente a perícia do golfista.

A fé nesta oferta pioneira ganhou também novo enlevo com o êxito de bilheteira de "Avatar", detentor, desde há poucos dias, do título de filme mais visto de todos os tempos, ultrapassando, desta forma, "Titanic".

Não será inocente a referência de Darren Long a James Cameron à Sky News. "É um grande evangelista do 3D, ele (James Cameron) vive, respira e come em 3D e apenas deseja ver boa imagem 3D cá fora". O director abre o jogo também em relação à opção desta data para avançar com a experiência. "Escolhemos o jogo deste fim-de-semana por já estar em marcha na BBC o anúncio de que iriam exibir um jogo internacional de râguebi em 3D no próximo fim de semana", afirma Darren Long. Embora a estação pública prometa, nesta fase, exibições confinadas a salas de cinema. "A diferença é que a oferta de jogos da Sky se faz em "pubs", enquanto a BBC a fará nos cinemas", faz notar o responsável da Sky. Os testes em casas de espectáculo por parte de outras estações irão proliferar sobretudo aquando da transmissão do Mundial de Futebol, a realizar na África do Sul.

Depois do desporto, a Sky tenciona aplicar a nova tecnologia às áreas da ficção e dos concertos.

 

Dina Margato

in Jornal de Noticias   2010-01-31

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 22:39

Domingo, 31.01.10

Telecinco pondera entrada na televisão móvel

Os jornalistas e demais profissionais da comunicação que avançaram com o projecto Telecinco estão atentos "a tudo o que acontecer" e não descartam a televisão móvel, que pode conhecer um novo fôlego com as redes de quarta geração.

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) prepara-se para atribuir, no último trimestre deste ano, licenças para a faixa de frequências dos 2.6 gigahertz, onde podem funcionar as redes de quarta geração, cuja velocidade de 100 megabits por segundo abre novos horizontes à televisão móvel.

"O grupo estará muito atento a tudo o que acontecer e não descarta nenhuma hipótese, embora tenhamos de conhecer com clareza as regras do jogo", declarou Carlos Pinto Coelho, porta-voz da Telecinco, candidata ao quinto canal generalista, que avançou em Abril com uma providência cautelar quando a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) chumbou o seu projecto.  

"A nossa onda é, desde o primeiro momento, a da modernidade, quer a nível dos conteúdos, quer nas tecnologias", sublinhou Carlos Pinto Coelho à agência Lusa, assegurando que a Telecinco, que agora aguarda a decisão judicial, ia inovar "nas duas vertentes", estando, no Outono de 2008, data do concurso para o quinto canal, "avançada em relação ao que existia".  

Com a 4G, que pode justificar um maior investimento nos conteúdos televisivos para telemóvel, "os operadores, que em princípio não produzirão conteúdos por não ser essa a sua área de actividade, podem estabelecer parcerias com os 'broadcasters' já existentes", assinalou Ilda Matos, do gabinete de comunicação da Anacom.  

No entanto, e porque a quarta geração pode tornar mais premente perceber quais os conteúdos televisivos que as pessoas querem ver nos telemóveis, também se colocará a questão sobre em que moldes surgirão emissões adaptadas ou vocacionadas para transmissão neste suporte.  

Assim, como a Anacom reconhece, "não é de excluir a hipótese de os conteúdos ficarem a cargo de entidades que não são nem as operadoras nem os 'broadcasters' já estabelecidos". 

 

in Jornal de Noticias  2010-01-31

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 22:36

Sábado, 30.01.10

TV Globo em sinal aberto em Fevereiro

 

De 4 a 8 de Fevereiro, o canal por cabo brasileiro TV Globo vai estar em sinal aberto em todas as operadoras de televisão por subscrição. O canal vai fazer assim uma antevisão do Carnaval, ficando disponível para todos os clientes da Zon TV Cabo, Meo, Cabovisão, Clix TV e Vodafone Casa TV, informaram os responsáveis do canal.

 

in Diário de Noticias  2010-01-29

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 22:04

Sábado, 30.01.10

Zon Videoclube: notícias

A Zon prolonga até ao final do mês de Fevereiro a campanha do Zon Videoclube “alugue dois filmes e tenha o terceiro aluguer gratuito”. Todos os títulos à excepção da categoria ‘Adultos’ são válidos para esta campanha e ficam disponíveis durante 24 horas, com visualizações ilimitadas.

 

in TeleSatelite 2010-01-30

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 19:28

Sexta-feira, 29.01.10

TDT portuguesa: PT pede revogação das licenças “pay TV”

 

 

A agência Lusa adianta esta sexta-feira que a Portugal Telecom pediu a revogação da sua licença para exploração dos canais por assinatura (Mux B a F) da Televisão Digital Terrestre (TDT) portuguesa, por as condições do mercado se terem alterado em relação à altura em que o concurso foi lançado. Recorde-se que a PT venceu os dois concursos da TDT portuguesa: o dos canais emitidos em sinal aberto (MUX A), em funcionamento desde Abril de 2009; e aquele referente aos canais pagos. Segundo o regulamento, o operador de telecomunicações tinha até 31 de Janeiro próximo para iniciar as emissões da plataforma paga.

 

in Telesatélite

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 23:20

Sexta-feira, 29.01.10

Clix funde-se com Optimus

Os clientes que tiverem o serviço Clix TV (ou até mesmo a Internet/Telefone), passarão a ter um serviço designado por “Optimus Clix”.

Este foi um anuncio feito pela Sonaecom ontem à tarde.

A Optimus será assim a única marca para as telecomunicações da Sonaecom.

A juntar a esta novidade, as posições 50, 51 e 52 já estão ocupadas com os canais respectivos FOXlife HD, FOX HD e FOX:Next embora somente com uma mira a referir a disponibilidade destes canais durante o mês de Janeiro.

 

in Telecanais

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 23:12

Sexta-feira, 29.01.10

Media estatais com mais apoios

28 Janeiro 2010 - 00h30
 

Orçamento do Estado: 164,7 milhões de euros para RTP, RDP e Lusa

Um total de 164,7 milhões de euros destinado às empresas públicas de Comunicação é o previsto na proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2010. RTP, RDP e Lusa vão assim receber mais 2,3% do que em 2009, uma vez que os subsídios atribuídos a título de compensação pela prestação de serviço público aumentam 3,8 milhões de euros face aos 160,9 milhões do ano passado.

 

Apesar do documento não especificar os valores atribuídos a cada empresa, a manter-se o que tem acontecido nos anos anteriores, a grande fatia deverá ser para o grupo RTP (rádio e televisão públicas).

Em 2009, o grupo RTP recebeu 143,1 milhões de euros em indemnizações compensatórias, o maior valor atribuído a uma empresa pública. A esse valor acresceram 62,4 milhões em aumento de capital, já previsto no plano de reestruturação da empresa, e 112 milhões da Contribuição para o Audiovisual. Para este ano está prevista a redução em um cêntimo dessa taxa, que é paga na conta da electricidade.

Presidido por Guilherme Costa, o Grupo RTP tem actualmente2287 funcionários, após ter libertado 113 através de rescisões amigável. Medida que permitiu ao grupo poupar cinco milhões de euros nos custos com pessoal.

A proposta do OE prevê também o aumento do porte-pago, ou seja, a comparticipação do Estado nos custos de expedição postal de jornais e revistas regionais, que sobe 33,3%, para 7,6 milhões de euros.

ERC RECEBE 5,2 MILHÕES

Mais de 5,2 milhões de euros é o valor total que a proposta de Orçamento do Estado para 2010 destina à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC). O organismo presidido por Azeredo Lopes – cujo mandato termina em 2011 – recebe assim mais um milhão de euros do que em 2009, acréscimo que o Governo justifica por a ERC ter "actividades várias a desenvolver nas áreas de intervenção da regulação, cooperação internacional e participação em comités especializados". A ERC, que conta com 72 funcionários, tem neste momento vários processos em mãos. Entre os mais mediáticos destaca-se a averiguação das alegadas ingerências política e económica no fim do ‘Jornal Nacional de 6ª’, da TVI, e a pressão política no semanário ‘Sol’, denunciada pelo seu director José António Saraiva.

PORMENORES

PUBLICIDADE DO ESTADO

O OE prevê a revisão do diploma sobre Publicidade do Estado para criar uma base de dados nacional on-line, visando obter "mais transparência" sobre os investimentos.

RÁDIO E DIGITAL

O mesmo diploma tenciona rever a Lei da Rádio para "dinamizar e fortalecer o papel específico das rádios locais" e "preparar a transição das emissões hertzianas terrestres para o digital".

ESTÁGIOS PROFISSIONAIS

Está também prevista a aprovação de regulamentação sobre os estágios profissionais dos jornalistas.

NOVAS PLATAFORMAS

Para 2010, o Governo promete ainda "assegurar a democratização do acesso às novas plataformas de comunicação", e concluir "a transposição da directiva comunitária relativa ao audiovisual", com novos serviços de media.


Eugénia Ribeiro e Isabel Faria

in Correio da Manhã

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 22:58

Sexta-feira, 29.01.10

Invisuais queixam-se da TVI e SIC

DINA MARGATO

Plano com medidas a aplicar está congelado por ordem judicial.

Os cegos continuam a não ter a vida facilitada para contactar com os conteúdos televisivos dos operadores privados. O plano criado no ano passado para obrigar os canais a facultarem audiodescrição está suspenso. Apenas a RTP cumpre na área da ficção.

A Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) está "indignada"com o revés da iniciativa criada para fornecer melhores condições de acessibilidade à televisão. "É muito grave o que se está a passar em Portugal, é escandaloso o que fizeram as estações privadas", classifica Mariana Rocha, vice-presidente da ACAPO. E o que se está a passar é que foi criado um Plano Plurianual, que entrou em vigor em Julho, sob a tutela da ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social), com o qual se definiu um conjunto de obrigações para as televisões, que nunca foi cumprido pelas privadas, e que está, neste momento, sem efeito.

A SIC e TVI impugnaram-no judicialmente, tendo esta última ido ainda mais longe ao interpor uma providência cautelar. Até, pelo menos, à audiência marcada para 8 de Fevereiro, o processo mantém-se parado. Entre outras medidas, o pacote de regras exige uma hora e meia de audiodescrição regular (ver caixa).

A RTP fornece a locução das séries "Pai à força" e "Conta-me como foi". Mas a ACAPO chama a atenção para o facto de a RTP2 e de os noticiários não terem incorporado ajustes nesse sentido. Mais grave, tem sido, porém, acusa Mariana Rocha, a reacção dos operadores privados."Desde o início que mostram falta de interesse pelas pessoas com necessidades especiais cegos e amblíopes", acusa. "Há falta de sensibilização para o problema", que afecta, "163 mil invisuais ou pessoas de fraca visão", diz a vice-presidente.

"É preciso entender que se um invisual não souber que houve um olhar antes, não vai perceber a fala", concretiza Mariana Rocha.

Francisco Teotónio Pereira, responsável pela área multimédia da empresa pública, sublinha que foi "a RTP a primeira a trazer para a agenda pública a questão". Além de disponibilizar, através da onda média, o som áudio para duas séries, a empresa inclui no site um sistema de voz para notícias.

Ao que o JN apurou, a SIC e a TVI demarcaram-se do plano por causa dos custos elevados. Ontem, optaram por não reagir às críticas.

 

in Jornal de Noticias 2010-01-28

Autoria e outros dados (tags, etc)

por antenatv às 22:39


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Links

Televisão